A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » A pedra angular ou de esquina citada na bíblia fica onde em uma construção ? Em cima ou em baixo ?

A pedra angular ou de esquina citada na bíblia fica onde em uma construção ? Em cima ou em baixo ?

Written By Beraká - o blog da família on domingo, 4 de maio de 2014 | 20:09






ONDE NA BÍBLIA APARECE AS PALAVRAS PEDRA ANGULAR E DE ESQUINA ?:




1)- Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, tendo por pedra angular o próprio Cristo Jesus. (Efésios 2, 20)

2)- A pedra que os construtores  rejeitaram tornou-se cabeça da esquina ; Salm. 118:22 ( Mt. 21:42–44 Mc. 12:10 Lc. 20:17At. 4:10–12 )

3)- A pedra rejeitada pelos arquitetos tornou-se a pedra angular. (Salmos 117, 22)

4)- Por isso o Senhor Deus lhes diz: Eu coloquei em Sião uma pedra, um bloco escolhido, uma pedra angular preciosa, de base: quem confiar nela não tropeçará. (Isaías 28, 16)


5)- Dela há de provir a pedra angular; dela, o mastro da tenda; dela, o arco de guerra; dela, todos os chefes. (Zacarias 10, 4)

6)- Jesus acrescentou: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra rejeitada pelos construtores tornou-se a pedra angular; isto é obra do Senhor, e é admirável aos nossos olhos (Sl 117,22)? (Mateus 21, 42)

7)- Nunca lestes estas palavras da Escritura: A pedra que os construtores rejeitaram veio a tornar-se pedra angular. (Marcos 12, 10)

8)- Mas Jesus, fixando o olhar neles, disse-lhes: Que quer dizer então o que está escrito: A pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se a pedra angular (Sl 117,22 ;Lucas 20, 17).Esse Jesus, pedra que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-se a pedra angular. (Atos dos Apóstolos 4, 11)

9)- Por isso lê-se na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, escolhida, preciosa: quem nela puser sua confiança não será confundido (Is 28,16 ;I  Pedro 2, 6)

10)- Para vós, portanto, que tendes crido, cabe a honra. Mas, para os incrédulos, a pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se a pedra angular, uma pedra de tropeço, uma pedra de escândalo (Sl 117,22; Is 8,14;I Pedro 2, 7)



COMO ENTENDER ESTAS PALAVRAS ?




Jesus disse: “edificarei...”. A palavra grega oivkodomh,(oikodomêsô) significa “erigir, construir, edificar”.



Esta palavra traz a idéia de algo que vai se desenvolvendo, crescendo e se fortalecendo. Esta edificação é firmada na pessoa única e exclusiva de Jesus Cristo. Os cristãos vão tomando a forma de Jesus Cristo. Esta obra é feita por Jesus Cristo através do Espírito Santo.Paulo compreendeu isso quando disse aos efésios: “edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, tendo Jesus Cristo como pedra angular, no qual todo edifício é ajustado e cresce para tornar-se um santuário santo no Senhor. Nele vocês também estão sendo edificados juntos, para se tornarem morada de Deus por seu Espírito” (Efésios 2,20-22).Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta ,pedra edificarei a minha igreja, e as portas do hades não prevalecerão contra ela; (Mateus 16, 17:18)



Muitos protestantes dizem que a Pedra a qual Jesus edifica a Igreja é Ele mesmo, ou seja, Jesus edifica a Igreja em cima de si próprio. Vou citar apenas um versículo, que vai mostrar a resposta a todos os protestantes:



“Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, tendo Jesus Cristo como pedra angular, no qual todo edifício é ajustado e cresce para tornar-se um santuário santo no Senhor. Nele vocês também estão sendo edificados juntos, para se tornarem morada de Deus por seu Espírito” (Efésios 2,20-22).




Portanto,a Pedra fundamento, ou seja, "Aquela" que Jesus se refere quando diz: ""...e sobre esta pedra edificarei minha Igreja" (Mt 16,18), é os apóstolos e profetas e não Ele mesmo, tendo como Pedra Angular (Que fica em cima) é Ele mesmo:


1)- Pedra Angular: Jesus Cristo - Fica em cima (É a pedra que sustenta toda e qualquer construção):





2)- Pedra de esquina (Jesus): Fica sobre o alicerce (dos profetas e apóstolos):






Para confirmar o primado de Pedro Jesus disse para Pedro apascentar as suas ovelhas (Jo 21,15).

Ou seja, guiar o rebanho de Jesus, mostra-nos bem seu desejo de edificar a Igreja Visível sobe Pedro (Mateus 16,18) e sobre os apóstolos (Efésios 2,20-22).


“Tu és Pedro, fundamento da paz
Pedra que não se quebrou
Homem que não se curvou
És em Cristo, nosso bom pastor”



No episódio da expulsão dos vendilhões do templo de Jerusalém (Jo 2,13-25), ao se referir à sua ressurreição, Jesus deixou claro que Ele era o templo novo e definitivo.Do templo de pedra se passou à noção do templo espiritual. Depois de sua vitória sobre a morte, ressuscitando imortal e impassível, esse corpo, sinal da presença divina neste mundo, conhecendo um novo estado transfigurado, permitirá sua presença em todos os lugares e em todos os séculos através da Eucaristia.Do antigo templo de Jerusalém nada restará e a destruição da Cidade de Davi no ano de 70 será o sinal de que a casa projetada por Davi e edificada por Salomão tinha cumprido sua missão profética. São Paulo captou esta mensagem de maneira maravilhosa e nas suas Cartas demonstrou que o cristão é ele próprio templo de Deus por ser membro do Corpo de Cristo.




Assim argüirá aos Coríntios:

"Não sabeis que vossos corpos são membros de Cristo?" (1 Cor 6,15) e explicará aos Efésios que os batizados são "edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, tendo por pedra angular o próprio Cristo Jesus. É nele que todo edifício, harmonicamente disposto, se levanta até formar um templo santo no Senhor. É nele que também vós outros entrais conjuntamente, pelo Espírito, na estrutura do edifício que se torna a habitação de Deus" (Ef 2,20-22).


Se Jesus exigiu respeito ao templo edificado pelos homens, muito mais ele requer acatamento para com a casa espiritual que é o seu seguidor:



"Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá. Porque o templo de Deus é sagrado - e isto sois vós" (1 Cor 3,17). Indaga então: "Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, o qual recebestes de Deus e que, por isso mesmo, já não vos pertenceis?" (1Cor 6,19).


O templo de Jerusalém era uma prefiguração, indicativa, mas sombra, da realidade que se daria para os cristãos.Quem deseja ser um templo vivo de Deus necessita muita fortaleza; respeito ao Ser Supremo; inteligência, penetrando os mistérios celestes; piedade; sabedoria, isto é, ter sabor das coisas do céu e não da terra; ciência, tudo transformando em louvores a Deus; conselho, invocando continuamente as luzes do alto para que tudo seja feito para glória da Trindade e bem das almas. Eis aí o roteiro da felicidade, e a garantia de se entrar, um dia, no Templo celeste tal como São João o vislumbrou no Apocalipse (Ap. 21,22).




A Igreja de Jesus tem que ser fundada pelo próprio Jesus Cristo (a pedra angular) e Jesus fundamentou sua igreja sobre os apóstolos que ELE ESCOLHEU, ou seja, os que estão citados no evangelho.




Efésios 2,20-21: “Edificados sobre o fundamento dos APÓSTOLOS e profetas, tendo por pedra angular o próprio Cristo Jesus. É nele que todo edifício, se levanta até formar um templo santo no Senhor”.







Mateus 16,18: “Por isso, eu te digo: tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha igreja, e as portas da morte não poderão vencê-la”. Jesus, a pedra angular, escolheu Pedro para apascentar seu rebanho como mostra também em João 21,15-17. Se o Cristo chamou os apóstolos para formar sua igreja esta tem que ser APOSTÓLICA, OU SEJA, FUNDADA PELOS APÓSTOLOS e não por outros homens, pois na bíblia não há nenhuma profecia que legitima que virá uma reforma benigna para a igreja.


Pelo contrário, TODAS AS VEZES que a bíblia fala de líderes que surgirão para mudar ou reformar qualquer coisa, deixa claro que a intenção será de extraviar o rebanho de Deus:


Atos 20,29-30: “Porque eu sei isto: Que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão o rebanho. E que dentre vós mesmos, se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si”. As divisões feitas por reformadores não tem base bíblica como algo benigno, pois todas as divisões que se dispersaram dividiram-se em denominações. Se a obra for DISPERSA não vem de Deus como diz Gamaliel em Atos 5,37-38.A Igreja Católica Permance UNA e ÚNICA em sua doutrina dogmática imutável através dos séculos.




A igreja de Jesus não pode ser dividida em diferentes ideologias, pois a igreja de Deus deve ser UM SÓ CORPO (Ef 4,4).


A peregrinação dos apóstolos para formar a igreja de Deus está descrita no livro de Atos e mostra que o próprio Deus indicou o local para formar sua igreja em Atos 23,11:



“E, na noite seguinte, apresentando-se-lhe o SENHOR, disse: Paulo, tem ânimo! Porque, como de mim testificaste em Jerusalém, assim importa que testifiques também em ROMA” e o livro de Atos só termina quando se chega ao destino que Deus quer para formar sua igreja em Roma (ROMANA) (Atos 28,14-31). E em At 28,30 mostra que Paulo PREGOU LIVREMENTE EM ROMA E SE ESTABELECEU.


Muitos comentam que a igreja católica foi fundada por Constantino (Imperador no ano 306), mas já existira 29 papas antes do ano 306.Pergunta que não cala: A qual Igreja pertencia então estes 29 papas anteriores a Constantino ?



Para quem foi escrita a carta aos Romanos?


Alguns dizem que a igreja de Romanos foi aniquilada, mas o evangelho diz que não. Se a obra é de Deus não pode ser aniquilada At 5,39: “Se vem de Deus, não conseguireis destruí-los”.


Então a igreja de Romanos que estava no evangelho está viva até hoje. A maior prova que a igreja de Romanos é a mesma Católica de hoje é que tem várias citações provando AS LOCALIDADES QUE FAZIAM PARTE DO IMPÉRIO:



Roma – Centro do Império (Rm 15,24 e 28), Ilírico (Rm 15,19), Macedônia e Acáia (Rm 15,26), Cencréria (Rm 16,1).


O evangelho mostra bem que tanto Pedro como Paulo iniciam a igreja através dos pagãos. 1Pedro 2,10a “Vós que outrora não éreis seu povo, mas agora sois povo de Deus”.




Qualquer outra obra que tire as pessoas desse rebanho causando facções ou divisões não vem de Deus, e sim da carne:



Gálatas 5,19-20 “Ora, as obras da carne são estas: Imoralidade sexual, impureza, devassidão, idolatria, feitiçaria, inimizade, CONTENDA, ciúmes, iras, INTRIGAS, DISCÓRDIAS e FACÇÕES”.


As facções e as discórdias geram divisões como congregações divididas em facções:



Mt 12,25: “TODO REINO INTERNAMENTE DIVIDIDO FICARÁ DESTRUÍDO”. Mt 12,30: “Quem não está comigo é contra mim; QUEM NÃO RECOLHE COMIGO, ESPALHA”. Se for dividido da igreja fundada por Cristo não faz mais parte da videira, pois foi plantada por homens. Mateus 15,13: “Toda planta que não foi plantada pelo meu Pai Celeste será arrancada”.


Cabe a nós cristãos incentivar a conversão; não existe cristianismo sem santidade e caridade. Muitos acham que ser cristão é só ir à missa aos domingos, ou frequentar cultos. Temos que ir à missa, mas imitemos os exemplos dos santos,que foram pobres, castos e obedientes a Cristo e a Igreja, como recomenda Paulo: “ Sede meus imitadores como eu sou de Cristo ( 1 Cor 11,1). Eles foram nosso grande exemplo de sacerdócio real como Santa Rita de Cássia, Santo Antônio de Pádua e São Francisco de Assis, que buscou a perfeição segundo Cristo. Mateus 19,21: “Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me”. A grande obra de Deus não é nos templos e sim servir os pobres de Cristo. Como dizia São Francisco: “SERVITE PAUPERES CHRISTI”.



Amados irmãos em Cristo, não tenho a intenção de passar-se como voz oficial da Igreja Católica, caso aconteça alguma falha no meu ensinamento,a exemplo de São Tomás de Aquino,digo:



“Se, por ignorância, fiz o contrário, revogo tudo e submeto todos meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana" (Santo Tomás de Aquino).


Curta este artigo :

+ Comentário. Deixe o seu! + 27 Comentário. Deixe o seu!

8 de maio de 2014 14:51

E quanto a passagem de Paulo que diz que ninguém pode por NENHUM fundamento, exceto o que já está posto, Cristo? Logo, Pedro não pode ser fundamento, nem maria, nem nenhum outro, exceto Cristo. Pois Paulo já disse: sereis provado pelo fogo. Por como base e fundamento uma pedrinha (que é pedro) firmada na verdadeira rocha, que é Cristo e impor que aceite que isso é fundamento é inverter.

Porque Cristo mesmo corrigiu seus discipulos que atrapalhavam os que seguiam jesus e até expulsavam demonios, mas não seguiam eles. Uma arvore tem também muitos ramos, eu não preciso estar no ramo da vossa denominação. Deus detesta divisão, mas preferiu dividir israel do que mante-la unida em seguir a idolatria, lembra?

8 de maio de 2014 14:57

E lamento muito, católicos confundem os ramos da arvore com divisão. Somos muitos ramos, mas temos a mesma raiz: Cristo. E quem estiver enxertando outra raiz precisa ser podado, por isso podamos o papismo e crenças de atributos divinos pra maria dentre outros.
Por isso vocês foram podados. Administrastivamente, estamos livres como os discipulos a quem Jesus protegeu para pregar sem seguir a pedro e aos demais, ainda que os sigamos, porém, não os pondo como alvo de honra obrigatória ritualistica.

8 de maio de 2014 23:31

Prezado protestante José Luis,

Gostaria de concordar com vc, mas os fatos falam mais alto que as palavras:

1)- Não existe um só rebanho ,cada um segue o pastor quer e interpretam a bíblia conforme seus interesses – QUEM ESTÁ CERTO ?

2)- Existem seitas protestantes que dizem que Jesus não é Deus,outras dizem que é ... – QUEM ESTÁ CERTO ?


3)- Para a maioria dos protestantes o casamento não é um sacramento e por isso mesmo não é indissolúvel – QUEM ESTÁ CERTO ?


4)- Uns protestantes santificam o sábado, outros o domingo e outros ainda não santificam dia nenhum– QUEM ESTÁ CERTO ?


5)- Alguns protestantes são a favor do aborto, outros contra– QUEM ESTÁ CERTO ?


6)- Um grupo protestante afirma que as almas estão inconscientes, outros que estão conscientes– QUEM ESTÁ CERTO ?


7)- Alguns dizem que o inferno foi extinto, outros dizem que ele é eterno– QUEM ESTÁ CERTO ?


8)- Para alguns protestantes Maria é Mãe de Deus, outros negam. – QUEM ESTÁ CERTO ?


9)- Alguns protestantes tratam a ceia ou eucaristia como um sacramento para outros é só um símbolo– QUEM ESTÁ CERTO ?


10)- Os mórmons aprovam a poligamia, outros condenam– QUEM ESTÁ CERTO ?


11)- Uns batizam apenas em nome de Jesus outros em nome da Santíssima Trindade. No protestantismo existem pelo menos cinco entendimentos na questão do batismo. – QUEM ESTÁ CERTO ?


12)- A grande maioria das igrejas protestantes proclama que a salvação é obtida somente pela fé sem obras, em oposição ao que diz Tiago 2,26. – QUEM ESTÁ CERTO ?


13)- Alguns protestantes acreditam que estão salvos e não podem perder a salvação, contrariamente ao que nos diz a Bíblia: (1Cor9,27), (Gal 4,9), (I Tim 1,19-20; 4,12; 5,15) – QUEM ESTÁ CERTO ?


14)- uns acreditam em Anjos da Guarda outros não– QUEM ESTÁ CERTO ?

15)- Umas Igrejas as Pentecostais pregam O MILENARISMO, já as Protestantes mais antigas não – QUEM ESTÁ CERTO ?


Destaquei apenas algumas contradições, pois a lista é grande!!!

“Existem pouquíssimas pessoas neste mundo que realmente odeiam CEGAMENTE a Igreja Católica, mas infelizmente há milhões que odeiam o que eles PENSAM ser a Igreja Católica... (Fulton J. Sheen)”

9 de maio de 2014 12:29

Ao fariseu José Luis,

Amigo no passado por falta de conhecimento e por não ter uma base familiar que buscasse participar da Igreja Católica, cometi o erro de ingressar em 3 seitas evangélicas e para lhe ser sincero não vi vantagem nenhuma nisso.

A verdadeira alegria, ou seja, a certeza de estar agradando a Deus só percebi na ICAR, após me arrepender de coração e confessar que usaria todos os dias da minha vida para agradar e OBEDECER a DEUS, depois tomei a hóstia consagrada, quase não pude me conter dentro de mim tamanha foi a alegria que abundou minha alma.

Amigo se você sentisse o que senti, abandonaria sua seita na hora, pois como dizia um velho professor, ainda dá tempo.

OBEDIÊNCIA é o que falta para os evangélicos, neste detalhe compreendemos quem está com a razão.

Santa Faustina: O DEMÔNIO PODE ATÉ VESTIR O MANTO DA HUMILDADE, MAS O DA OBEDIÊNCIA ELE JAMAIS SABERÁ VESTIR.

É por isso amigo que não da para acreditar no PROTESTANTISMO, vocês pregam a palavra, mas em matéria de obediência, deixam a desejar, qualquer briguinha entre os membros já é motivo para fundar outra seita.

Ou será que estou mentindo.

23 de outubro de 2015 16:57

Somos edificados sobre o fundamento dos Apóstolos ( todos eles e não somente Pedro,+ todos os apóstolos e mais os "gentios")
E dos profetas (todos os profetas e não somente Moisés, todos + o" povo judeu")
E Jesus sendo a pedra angular. Efésios 2:20.

Apóstolos e gentios + Profetas e Judeus = fundação principal , sendo:
Jesus = Pedra angular , unindo os dois povos: "Judeus e Gentios".
Formando assim a "IGREJA"
( Jesus)
Profetas e judeus ...........Apóstolos e gentios
Velha aliança Nova aliança
( Um só povo)

Moisés representa os profetas e a velha lei e o povo judeu.
Pedro representa os apóstolos e a nova lei e os gentios.
Na cruz Jesus fez de ambos um só povo.
Somos todos iguais, seja Paulo ou Pedro, seja Apolo ou João, seja Eduardo ou o Zé,
Seja Maria ou Izabel, Francisco ou Manoel.
Pois somos um só corpo em Cristo.
O único que se destaca é o mestre por excelência: "Jesus".
Ele é a Pedra de esquina e todos nós somos a base de um só edifício, juntamente com todos os profetas e judeus, e apóstolos e gentios, e bárbaros e servos e livres.
Qualquer grupo que se organiza reivindicando ser a verdadeira igreja de Jesus, está criando divisão no corpo de Cristo e dessa forma é excluída do corpo espiritual e universal de Cristo.
O cabeça da Igreja é o Próprio Cristo, e nenhum homem mortal pode liderar a sua Igreja.
Ele a lidera através do seu Espírito que foi derramado no dia de pentecostes.
A chave desta Igreja é a pregação do evangelho, qualquer membro pode proclamar as boas novas, e não somente os ministros. Pedro usou esta chave logo após ter recebido o Espírito e ganhou cerca de três mil pessoas, que passaram a fazer parte da mesma.
A Igreja não é dirigida por nenhum profeta ou apóstolo, agora é a vez de:
CRISTO. e somente Ele. e glória seja a Ele por isso.
A igreja institucionalizada é do homem. Em Jerusalém, Monte Gerisim , ou Roma.
"A Igreja de Jesus esta nas regiões celestes".
E o verdadeiro adorador o adora em Espírito e em verdade, em todo lugar.

2 de novembro de 2015 18:46

Prezado Protestante Como Deus nunca falou...

Se você e sua seita estivesse sobre o fundamento dos apóstolos vc estaria na única e verdadeira Igreja fundada por Cristo, aquela que seu pastor esconde que foi EDIFICADA SOBRE PEDRO , conforme lemos em Mateus 16,18.

“Aceitar Jesus não é mudar de Igreja, mas de vida, concorda ?...”

Diz a palavra: "há um só Senhor, uma só fé, um só batismo" (Efésios 4:5)


1)-O malfadado livre exame das escrituras, proposto pelo heresiarca Lutero como sendo o verdadeiro método de ler e de entender a Bíblia, tem mostrado, nos dias atuais, sua verdadeira face. Por recusar a unidade de governo e de ensino da Santa Igreja, os protestantes, logo na infância, se dividiram em diversas seitas, que, com o passar do tempo, foram se dividindo sempre mais, estilhaçando-se em milhares de igrejolas

2)-O protestantismo tupiniquim se nos apresenta como uma estupidez vergonhosa; e digo vergonhosa porque justamente o Brasil, que tem a honra de ser o maior país católico do mundo, é aquele em que se aparece tamanha loucura. Seitas dos mais variados falsos quilates escolhem os nomes mais ridículos possíveis para se auto-proclamarem envidadas de Deus, apresentando-se como salvadoras.

3)-Deixamos ao juízo do estimados internautas estas "pérolas", que se nos causam riso,pois seria cômico, se não fosse trágico,pois nos causam também muita dor, por ver essa a heresia se alastrar cada vez mais em nossa amada terra de Santa Cruz.

4)-Alguem pode provar bliblicamente que estas divisões são da vontade de Deus ?

5)-Por que a verdadeira Igreja de Cristo : A CATÓLICA ( Conf. Mateus 16,18) não usa placa ?

Listas de igrejas em que Lutero é a árvore, e estes são seus ramos:

Assembléia De Deus Com Doutrinas E Sem Costumes (Rio De Janeiro - RJ)
Associação Evangélica Fiel Até Debaixo D'água
Bola De Neve Church (Esta garante que vai para o Abismo)
Catedral Evangélica Pentecostal Do Grande Deus (Bragança Paulista - SP)
Comunidade Arqueiros De Cristo
Comunidade Do Coração Reciclado
Comunidade Evangélica Shalom Adonai, Cristo!
Comunidade Porta Das Ovelhas
Congregação Anti-Blasfêmias
Congregação J.A.T. (Jesus Ama A Todos)
Cruzada De Emoções
Cruzada Do Poder Pleno E Misterioso
Cruzada Evangélica Do Ministério De Jeová, Deus Do Fogo
Cruzada Evangélica Do Pastor Waldevino Coelho, A Sumidade
Igreja "A" De Amor
Igreja "Eu Sou A Porta"
Igreja A Fé De Gideão
Igreja A Serpente De Moisés, A Que Engoliu As Outras (Rio De Janeiro - RJ)
Igreja Aceita A Jesus
Igreja Assembléia De Deus Dos Remanescentes (Petrolina - PE)
Igreja Atual Dos Últimos Dias (Araras - SP)
Igreja Automotiva Do Fogo Sagrado

ALGUEM ME CONVENCE DO CONTRÁRIO QUE NÃO É UMA TORRE DE BABEL !!!???

Lutero é a árvore e estes são os seus ramos.

I João 2,19: Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco. Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos.

Shalom !!!

10 de dezembro de 2015 12:20

Parabéns pelo seu estudo. Eu estava achando interessante a explicação da pedra angular até o ponto em que vc colocou Pedro como fundamento da igreja de Cristo. Como vc resolve essas questões abaixo:

Em primeiro lugar, Pedro era casado (Mt 8:14), e os papas não se casam. Se o primeiro papa pôde ser casado, questiona-se então o pronunciamento posterior proibindo o casamento de todo sacerdote (inclusive do papa).Você não acha mentirosa essa fala no texto: “A Igreja Católica Permance UNA e ÚNICA em sua doutrina dogmática imutável através dos séculos”. Será?

Em segundo lugar, Pedro não era infalível em suas visões quanto à vida cristã. Até mesmo Paulo teve de adverti-lo quanto à sua hipocrisia, porque ele não procedia "corretamente segundo a verdade do Evangelho" (Gl 2:14).

Em terceiro lugar, a Bíblia claramente afirma que Cristo é o fundamento da igreja cristã, insistindo que "ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo" (1 Co 3:11).

Em quarto lugar, a respeito do único sentido em que Pedro desempenhou um papel de fundamento da igreja, isso ele compartilhou com todos os demais apóstolos, que também tiveram esse papel. Pedro não foi o único. Nesse sentido, Paulo declarou que a igreja é edificada "sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Jesus Cristo, a pedra angular" (Ef 2:20). De fato, a Igreja primitiva perseverou com firmeza na "doutrina dos apóstolos" [não na de Pedro somente] (At 2:42). Até mesmo "as chaves do reino dos céus", que foram dadas a Pedro (Mt 16:19), foram dadas também a todos os discípulos (cf. Mt 18:1,18).

Em quinto lugar, não há indicação alguma de que Pedro tenha sido o chefe da igreja primitiva. Quando o primeiro concilio reuniu-se em Jerusalém, Pedro apenas teve a função de introduzir o assunto (At 15:6-11). Tiago parece ter tido uma posição mais importante, assumindo a reunião, dando o seu parecer e fazendo o pronunciamento final (cf. At 15:13-21). Em nenhum evento Pedro é referido como sendo "coluna" da Igreja. Ao contrário, Paulo fala de "colunas" (no plural), tais como "Tiago, Cefas e Jadão" (Gl 2:9). Pedro (aqui chamado de Cefas) nem mesmo foi o primeiro citado entre as colunas.

Em sexto lugar, muitos intérpretes acreditam que a referencia de Jesus a "esta pedra" (Mt 16:18), sobre a qual sua Igreja seria construída, era para o firme (como uma rocha) testemunho de Pedro de que Jesus era "o Cristo, o Filho do Deus vivo" (Mt 16:16). Mas mesmo que essa pedra refira-se a Pedro (Petros, pedra), o que é certamente uma possível interpretação, ele seria apenas uma pedra no fundamento apostólico da Igreja (Mt 16:18), não é a rocha. Nem ainda ele seria a única pedra apostólica. Até mesmo o próprio Pedro admitiu que Cristo é "a principal pedra, angular" (1 Pe 2:7), e Paulo observa que os outros apóstolos são todos partes desse "fundamento" (Ef 2:20).

Em sétimo lugar, Paulo não foi para Roma para se estabelecer, como vc diz no texto. Na verdade ele foi testemunhar a respeito de Cristo, cumprindo a ordem de Jesus e pregar o evangelho no mundo todo. A consequência disso foi sua própria decapitação. Vc chama isso de se estabelecer? De fato, Constantino fez do cristianismo a religião estatal oficial. A partir daí se observou a decadência da igreja como instituição.

Em oitavo lugar, quando Lutero (que era sacerdote católico) começou a reforma, sua intenção era corrigir o curso da igreja desviada da Palavra de Deus e não dividí-la. Porém foi expulso, a história é bem conhecida. Pergunto: Quem é o rebelde, quem ficou ou quem saiu???

11 de dezembro de 2015 16:13

Prezado Ricardo Bellanda,


A paz de Cristo e o amor de Maria a "Mãe de meu Senhor" (S. Luca 1,, 43)



Muito equilibrada sua carta, que mostra que há protestantes sinceros. Mas caro Ricardo se a Bíblia pode ser lida por qualquer pessoa, inspirada pelo mesmo Espírito de Deus, porque as interpretações protestantes variam tanto, e são tão contraditórias? Esse problema é insolúvel no livre exame protestante. Até mesmo na sua denomonação, há diversas posições divergentes. Mas vamos às suas missiva, por sinal muito fáceis de responder, fico-lhe grato, pois irá ajudar a esclarecer a muitos Católicos mal formados,e que nos acompanham neste blog:


1)- Em primeiro lugar, Pedro era casado (Mt 8:14), e os papas não se casam. Se o primeiro papa pôde ser casado, questiona-se então o pronunciamento posterior proibindo o casamento de todo sacerdote (inclusive do papa).Você não acha mentirosa essa fala no texto: “A Igreja Católica Permance UNA e ÚNICA em sua doutrina dogmática imutável através dos séculos”. Será?


RESPOSTA: Sua missiva de original apresenta apenas o vício de citar um texto e comentar outro. Essa confusão é um tanto padrão no meio protestante pelo que tenho visto. Uma coisa não tem nada haver com a outra, pois o próprio Cristo disse-nos:


"E todo aquele que por minha causa deixar irmãos, irmãs, pai, mãe, mulher, filhos, terras ou casa receberá o cêntuplo e possuirá a vida eterna." (Mateus 19:29).

A discussão sobre petros e petra fica liquidada quando lembramos que Cristo falava em Aramaico, língua que não possui gênero para a palavra pedra: Kephas (Pedro ou pedra; assim como em francês, pierre). Quando o Evangelho foi traduzido para o grego, a designação de petros para Pedro foi preferida pelo tradutor, por representar melhor o nome de homem. Nem imaginava ele que pudessem criar a respeito tal confusão, vários séculos depois, pelos pseudo reformadores e seus pseudo pastores. É fundamental também lembrar que Cristo troca o nome de Pedro, que era Simão (que confusão seria mudar o nome para Pedro e depois dizer a Pedro que a pedra não era ele, mas Cristo!), e não mais de nenhum outro apóstolo. Pedro é sempre o primeiro!!!! (Em todas as vezes que os evangelistas nomeavam a lista dos doze apóstolos, o faziam invariavelmente começando por Pedro e terminando por Judas, com os demais ocupando lugares diferentes (S. Mateus, X, 2-4, S. Marcos, III, 16-19, S. Lucas, VI, 14-16, Atos, I, 13). Também, em ocasiões excepcionais da vida de Cristo, três sempre o acompanhavam, Pedro e outros dois: na ressureição da filha de Jairo, na manifestação de sua onipotência, na agonia do jardim das oliveiras, no mistério de suas dores (Marcos, V, 37; IX, 1; XIV, 33 e outros paralelos). Em tempo: São Pedro não era casado, mas viúvo, conforme atesta o trecho que o pastor citou - e de novo não leu..., pois é a sogra, e não a esposa que o serve. Fosse S. Pedro casado, e naturalmente seria a esposa de Pedro quem serviria a mesa. Portanto, fazer julgamentos precipitados e tirar conclusões morais das falsas premissas a respeito dos católicos só ofusca mais sua credibilidade como Cristão. Se alguns católicos agem mal, é porque não usam os meios de salvação disponibilizados pela Igreja, ao contrário do protestantismo, que aboliu a moral em nome de uma salvação sem nenhum esforço, coroada pela escandalosa TESE de Lutero: "Crê firmemente e peca muitas vezes, pois uma vez salvo, está salvo para sempre...”


Continua...



11 de dezembro de 2015 16:14

2)- Em segundo lugar, Pedro não era infalível em suas visões quanto à vida cristã. Até mesmo Paulo teve de adverti-lo quanto à sua hipocrisia, porque ele não procedia "corretamente segundo a verdade do Evangelho" (Gl 2:14).



RESPOSTA:Você como todo protestante fala de coisas que desconhece totalmente. Se soubesse o que realmente ensina a doutrina católica sobre a Infabilidade do Papa,(diferente de impecãncia),não escreveria tanta bobagem. Sugiro que leia a encíclica “Pastor Aeturnus” e se informe melhor, antes de querer falar de assuntos o qual não conhece o argumento contrário. Ora,o Papa é infalível em circunstâncias bem específicas. Não significa que ele não peque e nem que todo pronunciamento seu seja infalível. A ação de S. Paulo mereceu todos os aplausos, afinal, se o Papa num ato seu que não está coberto pelas circunstâncias da infabilidade ainda age contra a Fé, tem que se repreendido. Em resumo, a infabilidade não se estende aos atos pessoas do Papa, e a todos seus atos como papa, mas a atos específicos. Além disto, o poder do Papa é supremo, mas não é ilimitado. Se você não sabe,houve casos na história da Igreja em que leigos, Bispos ou presbíteros agiram de forma semelhante a S. Paulo com bispos e Papas.Para saber mais sobre o ministério petrino e este episódio narrado por S. Paulo nos Gálatas, recomendo ver neste blog este link sobre o assunto: http://berakash.blogspot.com.br/2013/03/por-que-para-alguns-e-tao-dificil.html



3)- Em terceiro lugar, a Bíblia claramente afirma que Cristo é o fundamento da igreja cristã, insistindo que "ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo" (1 Co 3:11).


RESPOSTA: Sugiro que faça um estudo bíblico com estas passagens:
A cátedra de Moisés semelhante a de Pedro, é estabelecida como autoridade infalível de ensino: “ Fazei TUDO que eles vos disserem, mas não pratiqueis as suas obras - Mt 23,2.

A igreja edificada sobre os apóstolos e profetas: Ef 2,20.

As chaves são símbolo de autoridade: Is 22,22; Ap 1,18.

Pedro é sempre mencionado em primeiro, antes dos dos demais apóstolos: Mt 10,1-4; Mc 3,16-19; Lc 6,14-16; At 1,13; Lc 9,32.

Pedro fala infalivelmente pelos apóstolos: Mt 18,21; Mc 8,29; Lc 12,41; Jo 6,69.

Pedro foi o primeiro a pregar infalivelmente durante o Pentecostes: At 2,14-40.


Pedro recebeu a revelação de que os gentios deveriam ser batizados: At 10,46-48.

Simão é chamado de Cefas (aramaico: Kepha = Pedra): Jo 1,42.

Vicário infalível de Cristo: Lc 10,1-2.16; Jo 13,20; 2Cor 5,20; Gl 4,14; At 5,1-5.

"Apascenta as minhas ovelhas": Jo 21,17.

"Simão, confirma os teus irmãos": Lc 22,31-32.

"Sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja; [...] Te darei as chaves do céu; [...] Tudo que ligares na terra será ligado nos Céus: Mt 16,18-19.

Continua...

11 de dezembro de 2015 16:15

4)- Em quarto lugar, a respeito do único sentido em que Pedro desempenhou um papel de fundamento da igreja, isso ele compartilhou com todos os demais apóstolos, que também tiveram esse papel. Pedro não foi o único. Nesse sentido, Paulo declarou que a igreja é edificada "sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Jesus Cristo, a pedra angular" (Ef 2:20). De fato, a Igreja primitiva perseverou com firmeza na "doutrina dos apóstolos" [não na de Pedro somente] (At 2:42). Até mesmo "as chaves do reino dos céus", que foram dadas a Pedro (Mt 16:19), foram dadas também a todos os discípulos (cf. Mt 18:1,18).


RESPOSTA: Além do clássico Mt 16,16-19, citaremos Lc 22,31-32: "Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como o trigo; mas eu roguei por ti, para que a tua confiança não desfaleça; e tu, por tua vez, confirma os teus irmãos". Aqui Nosso Senhor ora ESPECIALMENTE por Pedro e confia SOMENTE A ELE o encargo de confirmar os demais cristãos, especialmente os outros apóstolos. Por que Cristo faria isso se não fosse Pedro o chefe de Sua Igreja? Ora, por causa de seu encargo especial Pedro recebeu de Jesus um carisma também especial.É Pedro que preside a sucessão de Judas por Matias (cf. At 1,13-26), uma prova bíblica da sucessão dos apóstolos. É Pedro que preside a primeira pregação da Igreja (cf. At 2,14-47) ao mundo, naquele dia foram "mais ou menos três mil o número dos adeptos" à Igreja.No Concílio de Jerusalém, é Pedro que abre a sessão (cf. At 15,7). Neste momento suas palavras são muito reveladoras: "Irmãos, vós sabeis que já há muito tempo Deus me escolheu dentre vós, para que da minha boca os pagãos ouvissem a palavra do Evangelho e cressem" (grifos meus). Ora, lá em Jerusalém estavam reunidas todas as pessoas de autoridade (apóstolos e anciãos) e Pedro diz que entre eles Deus “há muito tempo” o havia escolhido para que “os pagãos ouvissem a palavra do Evangelho e cressem”. Se não fosse claro que S. Pedro possuía o Primado entre eles, com certeza haveria alguma discussão. Porém, isso nem é cogitado. Depois S. Tiago, toma a palavra e expõe seu parecer com base no que disse S. Pedro. O fato de S. Tiago concluir a questão, só demonstra que a solução para a questão já estava clara quando S. Pedro se pronunciou. Dizer que S. Tiago foi o chefe do Concílio é “forçar a barra” por demais. Mas o que poderíamos esperar de alguém que lê Jo 6,55 e diz que Cristo não quis dizer o que disse?Poderia cansá-lo com tantos exemplos da escritura sobre o Primado de S. Pedro, mas vou terminar citando At 10,5 onde o Espírito Santo manda o centurião Cornélio trazer S. Pedro à sua casa, pois dele deveria ouvir o Santo Evangelho. Não podia o Espírito Santo ter mandado chamar qualquer outro apóstolo? Ou até mesmo um ancião? Essa é mais uma prova da liderança petrina na Igreja.

RESPOSTA:A resposta a sua quarta missiva acima já respondeu a esta.


5)- Em quinto lugar, não há indicação alguma de que Pedro tenha sido o chefe da igreja primitiva. Quando o primeiro concilio reuniu-se em Jerusalém, Pedro apenas teve a função de introduzir o assunto (At 15:6-11). Tiago parece ter tido uma posição mais importante, assumindo a reunião, dando o seu parecer e fazendo o pronunciamento final (cf. At 15:13-21). Em nenhum evento Pedro é referido como sendo "coluna" da Igreja. Ao contrário, Paulo fala de "colunas" (no plural), tais como "Tiago, Cefas e Jadão" (Gl 2:9). Pedro (aqui chamado de Cefas) nem mesmo foi o primeiro citado entre as colunas.


RESPOSTA:A resposta a sua quarta missiva acima já respondeu a esta.


Continua...

11 de dezembro de 2015 16:16

6)- Em sexto lugar, muitos intérpretes acreditam que a referencia de Jesus a "esta pedra" (Mt 16:18), sobre a qual sua Igreja seria construída, era para o firme (como uma rocha) testemunho de Pedro de que Jesus era "o Cristo, o Filho do Deus vivo" (Mt 16:16). Mas mesmo que essa pedra refira-se a Pedro (Petros, pedra), o que é certamente uma possível interpretação, ele seria apenas uma pedra no fundamento apostólico da Igreja (Mt 16:18), não é a rocha. Nem ainda ele seria a única pedra apostólica. Até mesmo o próprio Pedro admitiu que Cristo é "a principal pedra, angular" (1 Pe 2:7), e Paulo observa que os outros apóstolos são todos partes desse "fundamento" (Ef 2:20).


RESPOSTA: A discussão sobre petros e petra fica liquidada quando lembramos que Cristo falava em Aramaico, língua que não possui gênero para a palavra pedra: Kephas (Pedro ou pedra; assim como em francês, pierre). Quando o Evangelho foi traduzido para o grego, a designação de petros para Pedro foi preferida pelo tradutor, por representar melhor o nome de homem. Nem imaginava ele que pudessem criar a respeito tal confusão, vários séculos depois, pelos pseudo reformadores e seus pseudo pastores. É fundamental também lembrar que Cristo troca o nome de Pedro, que era Simão (que confusão seria mudar o nome para Pedro e depois dizer a Pedro que a pedra não era ele, mas Cristo!), e não mais de nenhum outro apóstolo. Pedro é sempre o primeiro!!!! (Em todas as vezes que os evangelistas nomeavam a lista dos doze apóstolos, o faziam invariavelmente começando por Pedro e terminando por Judas, com os demais ocupando lugares diferentes (S. Mateus, X, 2-4, S. Marcos, III, 16-19, S. Lucas, VI, 14-16, Atos, I, 13). Também, em ocasiões excepcionais da vida de Cristo, três sempre o acompanhavam, Pedro e outros dois: na ressureição da filha de Jairo, na manifestação de sua onipotência, na agonia do jardim das oliveiras, no mistério de suas dores (Marcos, V, 37; IX, 1; XIV, 33 e outros paralelos).


Continua...

11 de dezembro de 2015 16:17

7)- Em sétimo lugar, Paulo não foi para Roma para se estabelecer, como vc diz no texto. Na verdade ele foi testemunhar a respeito de Cristo, cumprindo a ordem de Jesus e pregar o evangelho no mundo todo. A consequência disso foi sua própria decapitação. Vc chama isso de se estabelecer? De fato, Constantino fez do cristianismo a religião estatal oficial. A partir daí se observou a decadência da igreja como instituição.

RESPOSTA: Bem, livro de Atos deixa de falar sobre S. Pedro no capítulo 16 em diante, tratando então do ministério de S. Paulo. Segundo os antigos historiadores da Igreja (Júlio Africano, Sócrates e Eusébio), S. Pedro evangelizou em Antioquia, Icônio e Roma. Quando o evento relatado em At 21 aconteceu, provavelmente S. Pedro não estivesse mais em Jerusalém. Sabe-se ainda que único apóstolo que permaneceu em Jerusalém foi S. Tiago (não confundir com S. Tiago maior, irmão de S. João, este morreu pela espada de Herodes cf. At 12,2), logo era natural que ele ocupasse a Sé em Jerusalém como seu Bispo. Os Evangelhos quando listam o nome dos apóstolos sempre coloca S. Pedro em primeiro lugar (cf. Mt 10,2). Com efeito, parece que entre os doze os mais importantes eram Pedro, Tiago e João, mas também no Evangelho a preferência é colocar S. Pedro em primeiro lugar (cf. Mt 17,1; Mc 3,16; Lc 6,14;).Alguém poderia dizer: “mas Pedro encabeça a lista dos apóstolos simplesmente pelo fato de ter sido o primeiro apóstolo”. Respondemos que o primeiro apóstolo foi seu irmão André, este depois chamou Pedro para conhecer Jesus (cf. Jo 1,38-42).A missão de S. Pedro não era ficar em Jerusalém, ele deveria ir à Roma, pois de lá o Evangelho se espalharia facilmente (“todos os caminhos levam à Roma”) tanto por ser o centro do mundo quanto por não sofrer a influência dos judeus. É de Roma que S. Pedro escreve sua primeira epístola (cf. 1Pd 5,13), utilizando o codinome Babilônia para aquela cidade devido à grande semelhança no pecado. Com efeito, o próprio Cristo já havia dado pista de como S. Pedro deveria glorificá-lo (cf. Jo 21,18-19). Qualquer um em sã consciência e honestidade há de concordar que nas Igrejas instituídas pelos apóstolos, que tiveram Bispos que foram seus discípulos pessoais, nós encontraremos a doutrina cristã autêntica. A Verdade é perene. O que era verdade naquele tempo continua sendo verdade hoje. Foi neste sentido que S. Ireneu combateu os gnósticos, e como nós combatemos os protestantes. Se alguém confessa X achando que está certo quando na verdade está errado, devemos mostrar a ele que foi Y o que sempre se creu na Igreja desde tempos muito remotos. Se como vimos a Igreja primitiva tinha como fundamento a doutrina dos apóstolos, nada mais natural que somente onde há verdadeira sucessão dos apóstolos tenha sido conservada sua doutrina,simples assim.



Continua...

11 de dezembro de 2015 16:17

8)- Em oitavo lugar, quando Lutero (que era sacerdote católico) começou a reforma, sua intenção era corrigir o curso da igreja desviada da Palavra de Deus e não dividí-la. Porém foi expulso, a história é bem conhecida. Pergunto: Quem é o rebelde, quem ficou ou quem saiu???


RESPOSTA:"Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado." (S. Marcos, XVI, 16).

A fé é um dom sobrenatural através do qual aderimos com a inteligência às verdades reveladas por Deus. A fé, para o protestante é, ao contrário, a confiança de que se está justificado (a partir da tal experiência), e por conseqüência, salvo. A fé (confiança) protestante não é a fé que Cristo revelou.Daí a pulverização do protestantismo. Embora saibamos perfeitamente que há muitas diferenças acidentais entre as múltiplas seitas protestantes, os princípios que anulam o cristianismo - pois anulam já o princípio da vida cristã, que é a verdadeira fé - se fazem presentes em todas elas.Você não parece ser o tipo de pessoa que acredita que a maioria é que faz a verdade, pois deve saber que a verdade não depende do número. Basta lembrar que a maioria pediu a liberdade de Barrabás.E estatística por estatística, o islamismo e o budismo crescem, infelizmente, muito mais que o cristianismo, pelo menos pelo que a imprensa divulga, e entre os protestantes, são exatamente as seitas pentecostais ( "mercadores da fé"), e por isso mais anti-cristãs, que atraem mais pessoas. E isso de maneira alguma é prova que alguma delas seja a verdadeira religião.

Esperando ter esclarecido nossa posição, e diminuído seu preconceito em relação à Igreja Católica, despedimo-nos,


Shalom !!!

2 de fevereiro de 2016 18:47

Você crê, mesmo, que Pedro era a pedra angular da igreja, a qual se referiram os profetas do Primeiro livro???
Estes profetas nunca citaram Pedro/Simão ou seja lá que outro "homem" for, em suas profecias... Muito menos ainda afirmariam em sua profecias - que tinham o compromisso sob pena de morte, sobre um "homem" de carne e osso... pai e mae terrenais - ou seja que estão sob a maldiçao generacional pelo pecado... que seria Pedro, fundamento da paz (?)...
Dizemndo que ele era Pedra que não se quebrou??
Homem que não se curvou??
Um "homem" que negou Jesus tries vezes, de maneira covarde... mesmo depois de ter convivido com Ele tanto tempo e ter "reconhcido" *assim entre aspas a Sua divindade???
Ele sim foi bom pastor - principalmente depois da insistencia, suporte e nova energia de de Paulo... Dai a ter se convertido em base... pedra angula da igreja de Deus???
Por favor!
Estude a biblia e principalmente o grande primeiro livro e os profetas de Deus!

3 de fevereiro de 2016 16:13

Prezada protestante Mel Brutamenotes,

Seu nome realmente faz jus a sua ignorância.Mostre-nos onde fizemos esta sua afirmação dizendo que Pedro é a pedra angular? Vou repetir a aula, ver se presta atenção desta vez:

“Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, tendo Jesus Cristo como pedra angular, no qual todo edifício é ajustado e cresce para tornar-se um santuário santo no Senhor. Nele vocês também estão sendo edificados juntos, para se tornarem morada de Deus por seu Espírito” (Efésios 2,20-22).


Portanto,a Pedra fundamento, ou seja, "Aquela" que Jesus se refere quando diz: ""...e sobre esta pedra edificarei minha Igreja" (Mt 16,18), é os apóstolos e profetas e não Ele mesmo, tendo como Pedra Angular (Que fica em cima) é Ele mesmo.

Pedra Angular: Jesus Cristo (Fica em cima).
Pedra de esquina (Jesus): Fica em cima do alicerce (dos apóstolos)

Para confirmar o primado de Pedro Jesus disse para Pedro apascentar as suas ovelhas (Jo 21,15).

Ou seja, guiar o rebanho de Jesus, mostra-nos bem seu desejo de edificar a Igreja Visível sobe Pedro (Mateus 16,18) e sobre os apóstolos (Efésios 2,20-22).

Shalom !!!

11 de março de 2016 14:04

Boa tese mas que pode ser questionada da seguinte forma:
De quem falavam os profetas?
Qual era o fundamento da fé dos apóstolos?
pois não se fundamenta algo sobre o nada.
Não é uma questão de ser protestante ou católico
ou coisa alguma os profetas falavam da vinda de Jesus
que por sua vez tornou-se o fundamento dos ensinos dos
apóstolo, isto é notório e sem citar versículos e mais versículos que vão de acordo com a visão de cada um,
eu, prefiro ficar com a base da minha fé que é Cristo
pois não há como construir uma casa com dois alicerces.

13 de março de 2016 12:42

Prezado protestante de estudos bíblicos equivocados

Não existe nada de tese aqui meu caro, mas a mais pura verdade, a qual aceitamos ou negamos, simples assim. Quanto ao fundamento e autoridade dos apóstolos é o próprio Cristo quem nos assegura, já prevendo a futura PULVERIZAÇÃO de seitas ditas Cristãs. Ele ordenou:

Lucas 10,16-26 Quem vos ouve, a mim me ouve; e quem vos rejeita, rejeita aquele que me enviou.


Shalom !!!

10 de agosto de 2016 05:31

Sou um Cristão, discípulo de Cristo, não tenho instituição religiosa, Jesus Cristo é o autor e consumador da minha fé, Jesus é o alfa e o ômega da minha fé, o único mediador entre Deus e os homens, fora do Cristo não a salvação, e a salvação não está em uma instituição de “pedras” físicas, é muito claro que não são tijolos, mas uma forma figurativa de expressar que os discípulos de Cristo são o corpo e Jesus Cristo é a cabeça, e a salvação é em Jesus Cristo, não na pronuncia do nome, mas em Jesus o Cristo que faz a ponte sendo o único intercessor e mediador entre nós e o pai, o único mediador para a vida eterna, e todos que o amam, guardam os seus mandamentos, ainda que muitos não conheçam o seu nome se guardam o seu mandamento, ele fará morada neste, ainda que não ouviram seus mandamentos os mandamentos estão escritos em seu coração, Paulo quando ensinava aos gentios sobre o Evangelho de Jesus Cristo ele não se preocupava em dizer quem foi Maria, ou Pedro, e dele mesmo disse que era o principal dos pecadores, demonstrou humildade e centralidade em Cristo, e todos os Apóstolos também o fizeram, apenas ensinando sobre a Palavra de Deus encarnada, a qual é o Verbo de Deus, Jesus o cristo, yesus kristus ou yeshua Mashiach, muitos chamam de formas diferentes porém quem o ama é quem guarda os seus mandamentos, e os mandamentos carregam o amor a misericórdia e toda benignidade para com o próximo, amar a Deus sobre todas as coisas, e para segui-lo, ele é máxima revelação de Deus, a igreja romana mudou seus conceitos e dogmas com o passar dos anos, e no passar do século deixou a fé que os cristãos primitivos tinham, estabeleceram conceitos deturpados, e estabeleceram coisas macabras como a inquisição, algo que totalmente contra os ensinamentos de nosso Senhor Jesus Cristo, no Novo Testamento estão os ensinamentos de Jesus Cristo nos evangelhos e também nas cartas que explicam e ensinam o Evangelho de Jesus Cristo, o Novo Testamento contém os ensinos sem deturpações de tradições humanas, pode me chamar de Cristão.

11 de agosto de 2016 09:03

Prezado protestante seguidor de suas próprias palavras e não da palavra de Deus,

Interessante, como vc se diz apenas Cristão e fica a puxar a lata da sua sardinha para o protestantismo. Acusa-nos de desvios sem provar quais, porque simplesmente não existem. Fala da Inquisição mas não se lamenta pela INQUISIÇÃO PROTESTANTE que foi mais cruel e mortífera, pois matava famílias inteiras incluindo crianças, só por serem Católicos, e tenho certeza que no seu íntimo vc deve concordar com isto.Porem meu caro protestante hipócrita e sem palavra, a história nos conta e afirma que tivemos somente um único Jesus, porém de forma muito estranha e esquisita constatamos que “ O JESUS DOS EVANGÉLICOS NÃO É O MESMO DOS EVANGELHOS, o que é lamentável e muito perigoso para os Cristãos desta corrente sectária do Cristianismo. Ao longo dos tempos podemos notar que um novo Jesus está circulando por ai de denominação em denominação. Alguns até batem no peito e dizem:


1)- “O meu Jesus é mais Vitorioso e milagreiro”



Muito embora esse segundo Jesus seja uma criação, uma ficção, uma anomalia, que tem em sua doutrina a antítese do primeiro. Iinfelizmente, esse Jesus estelionatário, milagreiro, dizimista e curandeiro é o que mais conhecemos hoje em dia, pois ele tem um "marketing" muito bom, tem programa de televisão, tem fã clube e muito, mas muito dinheiro.


Esse é o Mega-Star: O Jesus dos evangélicos !!!



JÁ O JESUS DOS EVANGELHOS não tem uma propaganda tão boa, imagine só que uma vez Ele disse que quem o seguisse seria perseguido como Ele, e que cada um renunciassem a si mesmo e carregassem a sua cruz.Ama e honra e sua Mãe Maria como Ele mesmo ordenou nos 10 mandamentos: Honra teu Pai e tua mãe.



O JESUS DOS EVANGELHOS, apesar de ser o REI dos REIS e Senhor dos Senhores, não tem muito dinheiro como a sua versão falsificada, pois nasceu em uma manjedoura e foi enterrado em um sepulcro que não era nem ao menos D’ele. Fazia milagres sim, mas proclamou: Felizes aqueles que nada viram, mas mesmo assim creram, e reprovou a fé de Tomé: Tu Crestes apenas porque vistes.




2)- O Jesus dos Evangélicos ensina que seus seguidores devem ser "abençoados" e serem prósperos financeiramente, e para isto tudo é válido: Votos, desafios, Campanhas, Fogueirinhas de Isrrael, etc. Odeiam a Maria sua mãe, não a proclamam bem aventurada e a tratam com desprezo, chamando-a de uma qualquer.



O JESUS DOS EVANGELHOS ensina que devemos buscar primeiramente o Reino de Deus e sua justiça.



Os apóstolos desse Jesus dos Evangélicos tem avião particular, mansões, concessões de rádio e televisão e muito "status".



Já os apóstolos do JESUS DOS EVANGELHOS, nasceram em sua maioria pobres, viveram para o evangelho, renunciaram as riquezas, e os únicos votos que fizeram na vida com Cristo foram de POBRESA, CASTIDADE E OBEDIÊNCIA, e foram assassinados por causa da sua fé e morreram felizes, glorificando a Deus por ter-lhes dado esta honra.


3)- O Jesus dos Evangélicos diz a eles que devemos manter uma santidade aparente e que não podemos ter certas práticas na nossa conduta "cristã" como escutar música clássica e profana, e nunca estar na companhia de pecadores.


O JESUS DOS EVANGELHOS comia e bebia com, cobradores de impostos, publicanos e prostitutas.


4)- O Jesus dos Evangélicos e seus seguidores olham para aqueles que sofrem e dizem: "Quem planta, colhe!"Isto é a maldição pelos Pecados !!!



O JESUS DOS EVANGELHOS é de Amor e de misericórdia, junto com sua Igreja choram, se compadecem e buscam levar luz , apoio, alimento e consolo à aqueles que vivem em trevas.


Continua...

11 de agosto de 2016 09:03

5)- O Jesus dos evangélicos se enclausura em seu mundinho religioso com seu fã clube, em êxtases alienantes, choros egoístas voltados unicamente para si e ignorando a sociedade a sua volta.




O JESUS DOS EVANGELHOS que é o Caminho, a Verdade e a Vida, juntamente com a sua Igreja buscam ser Sal da terra, luz no mundo e fermento do amor na massa.



6)- O Jesus dos Evangélicos disciplina seus seguidores com mão de ferro, exige o dízimo religiosamente, segrega-os, "pesa a mão", amaldiçoa-os, expulsa-os, humilha-os publicamente e exige fidelidade com pedágio para frequentar a sua denominação.




O JESUS DOS EVANGELHOS, não julga, mas manifesta a sua Graça, seu Amor e a sua infinita misericórdia e paciência para com aqueles que mesmo como Pedro, que tendo-o conhecido e experimentado caíram e o traíra em publico e ocultamente.



Um destes Jesus passou pela Cruz, morreu e ressuscitou, o outro nega e tem vergonha desta mesma Cruz, que estranho não ? A prática da religião exige que aceitemos as cruzes que Deus nos dá. Aqueles que buscam ser felizes aqui, neste mundo, já receberam a sua recompensa. Jesus nos chamou dizendo:


"Quem quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome sua cruz e me siga" (Mateus 16,24).


I Coríntios 1,17- Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o Evangelho; e isso sem recorrer à habilidade da arte oratória, para que não se desvirtue a cruz de Cristo.



I Coríntios 1,18 - A linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas, para os que foram salvos, para nós, é uma força divina.



Gálatas 2,19 - Na realidade, pela fé eu morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou pregado à cruz de Cristo.



Gálatas 5,11 - Se é verdade, irmãos, que ainda prego a circuncisão, por que, então, sou perseguido? Assim o escândalo da cruz teria cessado.



Gálatas 6,14 - Quanto a mim, não pretendo, jamais, gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.



Efésios 2,16 - e reconciliá-los ambos com Deus, reunidos num só corpo pela virtude da cruz, aniquilando nela a inimizade.



Filipenses 2,8 - E, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz.



Filipenses 3,18 - Porque há muitos por aí, de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora o digo chorando, que se portam como inimigos da cruz de Cristo.



Colossenses 2,14 - cancelando o documento escrito contra nós, cujas prescrições nos condenavam. Aboliu-o definitivamente, ao encravá-lo na cruz.



Colossenses 2,15 - Espoliou os principados e potestades, e os expôs ao ridículo, triunfando deles pela cruz.



I Coríntios 1,23 - mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos.



I Coríntios 2,2 - Julguei não dever saber coisa alguma entre vós, senão Jesus Cristo, e Jesus Cristo crucificado.



14)-Gálatas 3,1 - Ó insensatos gálatas! Quem vos fascinou a vós, ante cujos olhos foi apresentada a imagem de Jesus Cristo crucificado?




Caro protestante hipócrita e sem palavra, encerro dizendo-lhe que fico com o Jesus dos EVANGELHOS e não o falso Jesus dos evangélicos ao qual vc e sua seita segue.

Shalom !!!




23 de novembro de 2016 12:01

é triste ver tanta ignorância dos nossos irmãos separados...rezemos ! Rezemos para que Maria Santíssima os resgate e os traga para a Luz enquanto há tempo !

3 de dezembro de 2016 22:01

Prezado Beraká, você está muito bravo. Os comentários e respostas, poderiam ser mais edificantes se assumirmos (tanto os que comentam como os que respondem) a linha dos Apologistas! Defender a fé pessoal, baseando-se em textos bíblicos, apenas, sem atacar a fé alheia!! Que Deus nos abençoe e nos use para abençoarmos outras pessoas!

6 de dezembro de 2016 10:21

Prezado(a) Olga ???

Você tem nome de mulher e coloca uma foto masculina ?

Caro(a) Olga - Reportagem de estudo na revista Veja diz que: Mentes brilhantes são sarcásticas, define conclusão de estudo.


De acordo com pesquisadores franceses, o sarcasmo estimula a criatividade e ainda ajuda a mente a solucionar problemas intelectuais. O sarcasmo e a ironia são considerados extremamente saudáveis para a mente.O sarcástico escritor inglês Oscar Wilde (1854-1900) costumava dizer que “sua ironia era perdida com os estúpidos”. Um estudo científico comprovou a intuição de Wilde. Segundo a pesquisa do Insead (escola francesa especializada em negócios; uma das mais importantes do mundo nesta área), pessoas sarcásticas são até três vezes mais inteligentes e criativas que aquelas que fazem e recebem comentários diretos e sinceros. Diversos estudos comprovam que o senso de humor é uma forma de o cérebro resolver situações complexas e paradoxais de maneira inusitada, estimulando a inteligência. Entre as diversas formas de humor estão a ironia e o sarcasmo. De acordo com os pesquisadores franceses, o sarcasmo é um tipo de ironia que permite com que o cérebro se exercite, já que, para entender as declarações, é preciso compreender observações paradoxais, estimulando o pensamento abstrato e a capacidade criativa.


Vejam aqui a matéria completa:

http://veja.abril.com.br/ciencia/mentes-brilhantes-sao-sarcasticas-define-estudo/


Shalom !!!

10 de dezembro de 2016 14:07

Shalom para você também! Desculpe a confusão provocada pela foto. Trata-se do meu filho, com o nosso gato! Parabéns por publicar na íntegra comentários contrários â sua crença, em especial a postagem do sr. Ricardo Bellanda: bem apresentada e estruturada. Sou crente em Jesus Cristo e estou achando este espaço uma boa oportunidade para conhecer em que se baseiam as crenças católicas! No amor de Cristo!

10 de dezembro de 2016 14:23

...digo, eu me despeço no amor de Cristo.

11 de janeiro de 2017 18:08

1 Co 3.11: Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.

Mania de querer impor na bíblia o que quer que ela diga. Os apóstolos estão fundamentados em Cristo, não Cristo neles. Quem é mais importante? Cristo ou os apóstolos? Quem é a base? Hermenêutica amigo.

13 de janeiro de 2017 11:51

Prezado protestante anônimo e com vergonha da fé que professa,

Se você quer viver na ilusão, é simples, arranque as páginas de sua bíblia que tem estas duas passagens abaixo, e pronto! Simples assim...

Efésios 2,20-21: “Edificados sobre o fundamento dos APÓSTOLOS e profetas, tendo por pedra angular o próprio Cristo Jesus. É nele que todo edifício, se levanta até formar um templo santo no Senhor”.

Mateus 16,18: “Por isso, eu te digo: tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha igreja, e as portas da morte não poderão vencê-la”. Jesus, a pedra angular, escolheu Pedro para apascentar seu rebanho como mostra também em João 21,15-17. Se o Cristo chamou os apóstolos para formar sua igreja esta tem que ser APOSTÓLICA, OU SEJA, FUNDADA PELOS APÓSTOLOS e não por outros homens, pois na bíblia não há nenhuma profecia que legitima que virá uma reforma benigna para a igreja.


Shalom !!!

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger